Ele é incrível, mas não é você

Oi. Sabia que conheci um cara muito legal? Ele me chama de “minha linda” e eu até sorrio, mas diferente de você, ele não sabe que detesto que me chamem de “minha qualquer coisa”. Ele me faz bastantes elogios, não é que nem você que me chama de bolinha, chatinha ou qualquer crítica mascarada de algo bom. Ele faz questão da minha companhia, prefere estar comigo a dormir depois de um dia cansativo de trabalho. Ele também é engraçado, gosta de me fazer rir e me deixar feliz. Ele não é ciumento que nem você, sabia? Ele concorda comigo que um relacionamento é feito através de confiança, então não tem sentido nenhum ser possessivo. Ele entende minha TPM, não acha que estou louca ou que meu choro tem que ter sim um motivo. Ele fica horas me ouvindo contar sobre minha família, sobre o relacionamento complicado do casal estranho da série que eu vejo e até dos problemas daquela minha amiga que mora em outro país, e não reclama de nadinha. Ele não me manda calar a boca quando estou cantando, ele ri e parece até que se diverte mesmo com isso. Sabia que ele não me deixa de lado quando estamos com os amigos dele? Ele segura minha mão e parece ter orgulho de me ter ao seu lado, não se envolve nos assuntos os quais eu não conseguiria sequer tentar dar alguma opinião. Os únicos vícios dele são chocolate e seriado, pode acreditar nisso? Ele não solta minha mão pra acender um cigarro ou um baseado. Ele também não tem manias bizarras nem se assusta com as minhas. E quer saber mais? Ele ama tirar fotos comigo, não fica tentando fugir. Também não se importa de sair com as minhas amigas e nem que eu saia sozinha com elas. Mas, conhecendo você como conheço, deve estar aí se perguntando por que estou aqui perdendo meu tempo escrevendo pra você e não pra ele. Deve estar até debochando dele e se achando demais, como sempre. Mas a resposta é simples e nós dois sabemos muito bem: ele é incrível, mas não é você.

Anúncios