Confesso que é estranho não sentir a sua falta. Não com a mesma intensidade de sempre, pelo menos. Certo dia do finalzinho de 2017 decidi não mais te procurar. Resolvi não desejar Feliz Natal como sempre fiz nos últimos quase 12 anos. Também não escrevi um textinho dizendo o quanto queria que seu 2018 fosse incrível nem te procurei depois para saber se estava tudo bem com você. E sabe o que é mais estranho? Hoje, passando pelo facebook e vendo uma postagem sua, que me dei conta que te deixei no passado… Parei por uns momentos ali, para ver se eu teria vontade de chorar, mas não. Também nem sei se ainda tenho seu número no celular, porque não mais abri sua conversa com vontade de mandar um oi (e de fato mandar, né… você sabe que nunca consegui controlar quando eu realmente queria falar com você). E estou escrevendo esse texto não como um “adeus” como já fiz antes e muito menos para provar alguma coisa. Na verdade, escrevo sem saber do dia de amanhã… Sem saber se hora ou outra você vai aparecer e eu vou te acolher como sempre fiz… Sem saber se em um dia de crise de existencial eu realmente vou ligar para outra pessoa e não para você… Única coisa que sei é que, hoje, me sinto bem em não ter você aqui .

Anúncios

2 comentários sobre “

  1. Lindo texto! Super me identifiquei com ele pois tb resolvi esquecer por saber que é o mais acertado a ser feito quando não há mais uma troca bacana… 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s